Quanto você tem se doado?

Doar. Palavra que vem do latim donatĭo ōnis e significa "ação de dar, dádiva, presente". Hoje me peguei pensando no quanto é gostoso e gratificante doar-se, pois doar vai muito além de ajuda financeira e de dinheiro propriamente dito.

Doar é você dar sem esperar nada em troca. É você fazer um gesto amoroso com uma pessoa (e qualquer pessoa) simplesmente pelo ato em si, sem esperar fogos de artifício em comemoração a sua “grande ação”. Sem esperar... já que quem doa não espera, porque a doação em si é ação e quem age não está no papel de quem espera. O esperar nos remete a uma ideia de algo parado, que está aguardando. A doação é o contrário disso. Você doa e segue o fluxo. Se você anda doando e olhando para trás para ver os efeitos de sua doação, esperando o reconhecimento de seu feito, acredito que o termo doação não caiba neste contexto.

O doar-se para mim é entrega, é fazer e dar o seu melhor em tudo, verdadeiramente tudo, o que você estiver envolvido. Seja executando seu trabalho profissional, cozinhando, limpando casa, cuidando dos filhos, fazendo a compra de supermercado, falando com um amigo, namorando, enfim, em tudo!

Quando se faz o que se faz com total entrega, o resultado é brilhante. E você não precisa se certificar de que aquilo está sendo reconhecido. É como uma sementinha... você planta e tem a certeza absoluta que irá dar o fruto. Não há dúvidas. Não há medo.

E o doar-se a si mesmo? Quão valioso é? Se cuidar, se amar, se querer bem, se escolher, se pertencer. Pertencer a quem somos na essência, aceitarmo-nos como somos, termos consciência do que queremos transformar em nós e buscar, com amorosidade, esta transformação. Ser feliz e amável com a pessoa que somos hoje e sentirmo-nos motivados, inspirados e enérgicos para buscarmos ser a pessoa que desejamos. Que belo fluxo☺

"Antes de querer colher, plante"

Boa noite❣Boa vida❣




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Um caminho de autoconhecimento ❤

O Poder da Gratidão